Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

the book keeper

05
Jan18

O Sonho Mais Doce

osonhomaisdoce.png

"Os seus retratos das relações humanas são de uma beleza estonteante.

Seria difícil descrever o esplendor deste livro." The Times

 

Publicado em 2001, O Sonho mais doce, escrito pela vencedora do Prémio Nobel da Literatura 2007, Doris Lessing, é a história de uma saga familiar através da qual acompanhamos três gerações, centrando-se sobretudo na década de 60. Acima de tudo, é a história de três mulheres com M grande: Júlia - uma alemã praticamente exilada em Inglaterra, pós Primeira Guerra Mundial; Frances - a mãe de todos e Sylvia - uma jovem frágil que descobre o amor e a amargura num aldeia esquecida por Deus, em África. As três mulheres têm as suas raízes no casarão que serve de albergue a uma grande quantidade de jovens modernos e auto-emancipados, numa altura de proclamação de liberdade, igualdade e fraternidade, assente no fervor comunista que se vivia então.

 

Abordando temas característicos de várias épocas como a guerra fria, a guerra do Vietname, as drogas, o surgimento da SIDA em África, o apogeu e queda do Comunismo, esta é uma narrativa que se centra sobretudo no idealismo e no ser humano, explorando a forma como ambos se relacionam ao longo da vida, e nas relações humanas, familiares e não só. Gostei bastante e recomendo.

 

P.S: Fez-me também recordar o Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez, o que só pode ser um bom indício, não acham?

 

 

04
Set16

Beasts of the Southern Wild

beastsofthesouthernwild.jpg

 

Everybody loses the thing that made them. It’s even how it’s supposed to be in nature.

The brave men stay and watch it happen, they don’t run.”

 

Maravilhoso. Extraordinário. Peculiar. Um sub-mundo, uma existência à parte, uma criança que cresce ao sabor de um ritmo diferente, sob leis diferentes. Que se questiona. Que descobre. Que procura a razão no bater do coração daqueles que a rodeiam. Uma interpretação brilhante da Quvenzhané Wallis. Simplesmente brilhante.