Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

the book keeper

30
Nov16

Song of the Sea

songofthesea.jpg

 

Pattern: Freak Shop 

“Bronagh: My son, remember me in your stories and in your songs. Know that I will always love you, always.”

 

Ora bem, este filme foi das coisas mais maravilhosas que vi nos últimos tempos, digno merecedor de um “IT’S SO FLUFFY I’M GONNA DIE!!”.

 

A história é baseada no mito Celta das selkies, pessoas que na realidade eram focas e cujo canto mágico trazia bem ao mundo. A cena inicial, em que Bronagh,  a mãe, ilustra o quarto do pequeno Ben com lendas irlandesas é de nos deixar logo de rastos. Pois bem, não quero revelar muito, mas contam-nos que em tempos havia um mundo mágico, povoado de personagens incríveis, que aos poucos foram sendo transformados em pedra pela malvada Masha. A técnica da boa da Masha era sugar os sentimentos e assim transformar os seres em pedra. Mas o que é verdadeiramente fascinante, é que a Masha afinal não era má, ela simplesmente não conseguia lidar com o sofrimento do próprio filho e arranjou uma maneira de o aliviar dessas dores. No caminho, claro, como qualquer pessoa que abusa de anti-depressivos, deixa de sentir.  

 

 A ilustração é absolutamente maravilhosa assim como as músicas, os seres mágicos que ficaram presos no reino terrestre, o sotaque e folclore irlandeses. Fiquei absolutamente rendida a esta produção de Tomm Moore e dos estúdios Cartoon Saloon. Ide ver!